Finalidades:

  • Fornecer concentração adicional de oxigênio para facilitar adequada oxigenação tecidual.

Material Necessário:

  • 01 bandeja;
  • 01 par de luvas de procedimento;
  • 01 catéter de oxigênio ou máscara;
  • 01 fluxômetro de O2;
  • 01 umidificador completo;
  • 01 frasco de água destilada 250 ml.

Pré – Execução:

  1. Conferir prescrição médica;
  2. Lavar as mãos;
  3. Preparar o material e colocar em bandeja.

Execução:

  1. Identificar-se;
  2. Confirmar o nome e o leito do cliente;
  3. Orientar o cliente e/ou acompanhante quanto ao procedimento;
  4. Preparar o umidificador, colocando água destilada entre os níveis mínimo e máximo;
  5. Elevar decúbito entre 30º à 45 º;
  6. Instalar o fluxômetro na fonte de O2 e conectar o umidificador ao fluxômetro;
  7. Abrir a saída de O2 e regular o fluxômetro de acordo com o volume de O2 prescrito;
  8. Conectar o cateter ou máscara na extensão do umificador;
  9. Calçar as luvas;
  10. Realizar higienização das cavidades nasais;
  11. Cateter nasal: colocar os “pinos” do cateter nas narinas do cliente; passar a extenção do cateter ao redor do ouvido do cliente e sob o queixo; utilizar proteção com algodão entre a extenção e o ouvido.
  12. Máscara: colocar a máscara sob o nariz, a boca e o queixo; ajustar a faixa de metal da máscara ao nariz do cliente; utilizar proteção de placa hidrocolóide entre a máscara e o nariz; puxar a faixa elástica para trás da cabeça e do pescoço e ajustá-la na lateral da face.

Pós – Execução:

  1. Desprezar o material utilizado em local pré-determinado;
  2. Lavar as mãos;
  3. Realizar higienização da bandeja com álcool a 70%;
  4. Checar prescrição médica;
  5. Realizar anotação de enfermagem;
  6. Cateter nasal: remover o cateter a cada 6 a 4 horas, limpando as secreções acumuladas com soro fisiológico 0,9% e avaliando as condições de pele;
  7. Máscara: remover a máscara a cada 2 a 3 horas, limpando secreções acumuladas com soro fisiológico 0,9% e avaliando as condições da pele.

Avaliação:

  • Observação periódica da saturação de O2 e perfusão periférica.

Riscos / Tomada de Decisão:

  • Lesão de asa de nariz: aplicar solução de ácidos graxos essenciais nas narinas a cada 04 ou 06 horas com o auxílio de cotonete; realizar anotação de enfermagem;
  • Lesão de pele devido a fixação: aplicar solução de ácidos graxos essenciais; manter proteção de placa hidrocolóide; realizar anotação de enfermagem.